quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Desvantagens de um país carnavalesco ou não.

 
    O Brasil aos olhos do mundo, de vez em quando, é conhecido pelo futebol e pelo Carnaval. O Carnaval que quase 60% dos brasileiros adoram, e que é apoiada pela mídia televisiva, pelas revistas de fofoca e sensacionalistas, por jornais filiadas as organizações globo, por alguns canais da rádio, e adversos, porém o que dizer de um país despreparado para a atender a população em necessidades como saúde, segurança, transporte, habitação, educação, e dentre outros fatores, o país é traçado por um círculo vicioso chamado Carnaval, onde todos aprendem a ser boçais com suas necessidades e se satisfazem com música, festa e "alegria". Todos reclamam dos políticos e dos partidos pois estes se comprometem a melhorar as condições do estado, do bairro, da cidade ou até mesmo o país, depois os culpam por ser negligentes, porém certas pessoas gostam de se divertir da própria desgraça.... Muitos dirão, que o Carnaval é uma festa de alegria e paz, contudo onde está a paz, quando a violência é quem preponderar? A cada ano, cidadãos brasileiros e turistas são abordados por meliantes que usam violência verbal e física, para aumentar o índice de assassinato e roubo causando traumas das vítimas desta violência generalizada. Uma festa que estagna a economia do país, aumenta na desvalorização do real com a entrada dos dólares e do euro, anestesia milhões de brasileiros para evitar a priori (percepção, conhecimento), a mídia transforma o cidadão em um ser desprovido introspecção. O consumo de drogas em algumas regiões, cresce, aumentando o índice de usuários de drogas, até porque onde há festa, há pretensiosos para se aproveitar da ingenuidade de alguns festeiros, tornando alguns locais pontos estratégicos para os traficantes. É também no carnaval, onde a Aids e a DST (Doenças sexualmente transmissíveis), gravidez precoce e indesejada, a violência sexual predominam, causando o aumento na taxa de crescimento populacional, e consequentemente cresce a mortalidade infantil em alguns estados mesmo que o nosso país não tenha uma mortalidade tão crescente como alguns países latino-americanos. É nessa festa onde se perde o princípio da moral e da ética, onde parte dos festeiros se deliciam com a promiscuidade. É nesta festa, que a mulher brasileira é tida como uma cortesã (prostituta), até porque estas se exibem o corpo quase nu, mostrando o quão idiota é um brasileiro por apenas amar a bunda.

    É neste período que determinadas leis são revogadas para a satisfação de negligentes festeiros poderem violar a lei do silêncio, para fazerem baderna e afins, e algumas prefeituras, poderem por debaixo dos panos, cometerem crimes, como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, esquemas de roubo e furto do dinheiro público. É no Carnaval que aumenta o número de acidentes de trânsito tornando-se um fator importante no tanto de mortes que acontecem por ano, já que existe uma substância maliciosa que tantos usuários tornam a degustar, estou falando da bebida alcoólica que quando não é moderada, tornam motoristas em potenciais assassinos mesmo que exista um forte combate em alguns comerciais nos canais de televisão para o uso do táxi ou de um amigo ou conhecido que não esteja bêbado, possa ajudar a manter a vida de seu colega e da lei seca por parte das autoridades, que tentam limitar o consumo exagerado de bebida alcoólica.

    Se você acha que o Carnaval é uma legítima festa onde existe uma manifestação cultural, esqueça. O verdadeiro carnaval era aquela em que nossos avós cantavam nas marchinha, onde todos se sociabilizavam, havia uma confraternização entre as pessoas, este período mudou pela baderna. Se você acha que os problemas que ressaltei é pura falácia, saiba que estes problemas existem em nossa sociedade, em nosso país e é crescente, o Carnaval é uma festa a parte visto que os problemas sociais são deixados de lado, Carnaval nós temos a cada ano, soluções para um Brasil melhor, não. Senão houver gritos e manifestações contra aqueles que abusam de nossos impostos, o povo decairá.

   Segue o link de um dos maiores críticos do youtube brasileiro Felipe Neto:


12 comentários:

Lesstack Manson disse...

Carnaval, uma das piores épocas brasileiras.
Quase todo mundo esquece de coisas importantes, negligenciando coisas altamente necessárias...
Bom, enfim, opinião minha, né mesmo?

Aline disse...

E enquanto poucos preocupam-se com tudo isso, tantos preparam as fantasias de carnaval... Nunca gostei de carnaval...

Yuh A. disse...

Antes do lazer vem o dever. A verba do carnaval deveria ir para saúde e educação.

Andy antunes disse...

O carnaval faz parte das raízes culturais do país , muitas pessoas esquecem as mazelas para comemorar , não vejo nenhum mal portanto que haja responsabilidade em vários sentidos .

Lucas Adonai disse...

NO CARNAVAL, YES EDUCAÇÃO

Rodrigo Ferreira disse...

Carnaval é um coisa desnecessanria no Brasil. Como tudo como o futebol também E ainda tudo no Carnaval é uma droga. Tudo começa depois do Carnaval.

Yuh A. disse...

Já diziam os romanos: o povo quer pão e circo.

davi disse...

brasil invista mais na educaçao \O http://bloggdoanonino.blogspot.com.br

Claudiomar Aparecido disse...

o carnaval movimenta muita gente e faz alegria de muitas pessoas

Lucas Adonai disse...

Com tanta coisa pra investir e tem gente preocupada com... CARNALIXO!

Victor Lourenço disse...

Detesto o carnaval, amo o feriado.

Cafajeste Sedentário disse...

Ah,não me falta saúde,educação e nem segurança (se eu morasse em uma favela talvez faltasse). Então vai ser feliz e pegar umas gatinhas no carnaval :)